O XVI CONGRESSO DE NUTRIÇÃO E ALIMENTAÇÃO tem como objetivo abordar o tema sustentabilidade ambiental. Na sua página apresentam a definição de sustentabilidade como "(...) o que se pode sustentar, defender ou seguir ou realizado de forma a não esgotar os recursos naturais nem causar danos ambientais."

Ao analisarmos como está organizado este congresso, verificamos que foi patrocinado por empresas como a Nestlé, Coca-Cola, Mimosa, Terra Nostra, Parmalat, entre outros, que como sabemos pouco lhe interessa a Saúde humana e muito menos a sustentabilidade ambiental. 

Convém lembrar algumas curiosidades, como por exemplo o "dono" da Nestlé, há uns anos atrás, referiu que a água não é um direito de todos e que devia ser privatizada. A Coca-cola foi ligada a inúmeras queixas de poluição ambiental. Qual é a lógica destas duas empresas patrocinarem este tipo de congresso?

Ah, mas ainda não chegamos ao cerne da questão, é que este congresso é de nutrição! 

Como pode ser apresentado um congresso patrocinado por estas empresas, sem haver conflito de interesses?

Como se pode falar de alimentação saudável e cá fora servirem coca-cola e chocolates da Nestlé?

Outro aspeto está relacionado com as empresas de lacticínios também presentes no congresso.

A evidência cientifica é clara, são vários os estudos que demonstram a correlação do consumo de lacticínios com o cancro da mama, próstata, Diabetes Mellitus tipo 1, obesidade, osteoporose, etc. Sim, disse osteoporose! Porque ao contrario do que a indústria faz passar, nos países com maior consumo de leite existe o maior número de casos de osteoporose, não fosse o leite de vaca destinado aos bezerros. Estes animais são nutricionalmente e fisiologicamente distintos de nós. Este leite está preparado para fazer crescer um bezerro 10 vezes o seu tamanho em cerca de 8 meses, não esquecendo que está carregado de hormonas próprias da gravidez e fatores de crescimento (IGF-1), promotores de células cancerígenas nos humanos.

Se vamos falar de sustentabilidade, vale lembrar que a agro-pecuária é a principal responsável pela emissão de gases de efeito estufa, mais que todos os transportes combinados!  E é responsável também pela contaminação das águas e dos solos, pela desflorestação, e são necessárias quantidades exorbitantes de água nesta indústria.

Já é recorrente este tipo de patrocinadores nos congressos de nutrição, o que descredibiliza esta entidade (Associação Portuguesa dos Nutricionistas).

É fundamental a coerência nestes congressos, porque dela depende a confiança da população portuguesa nos seus nutricionistas. 

Jessica Pacheco